Arrastando correntes na reunião do COPOM

O Mercado reagiu mal à decisão do COPOM, em sua última reunião, de manter a taxa de juros em 14,25% ao ano. A reação, porém, não foi necessariamente por discordar da manutenção da taxa, mas por considerar que, com essa decisão, o BC mostrou perda de autoridade e, por consequência, perda da capacidade de tomar medidas adequadas ao controle da inflação. Exagero? Ontem, tanto a Presidente Dilma quanto o Ministro Barbosa vieram a público para reafirmar a independência operacional do BC.  Estaria o Mercado vendo fantasmas onde não existem? Vamos então aos fatos:

  • A ata da reunião anterior do COPOM sinalizava novo aumento da taxa de juros. Economistas e analistas de mercado, em seus infindáveis exercícios para tentar antecipar o futuro, construíram quase que consenso em torno da ideia de uma provável alta de 0,5% na reunião seguinte.
  • Na semana anterior à reunião do COPOM, políticos governistas sinalizaram que o Governo não gostaria que os juros subissem ao nível sinalizado pelo BC e antecipado pelo Mercado. Ato contínuo, lideranças do PT vieram a público dizer que, se os juros voltassem a subir, o Presidente do BC perderia a condição de continuar no cargo (ameaça?).
  • Três dias antes da reunião do COPOM, a Presidente Dilma convocou o Presidente do BC para uma reunião fora da agenda oficial.
  • No dia seguinte ao encontro com a Presidente Dilma, o Presidente do BC deu uma declaração à imprensa em que praticamente desdisse o que o próprio BC havia sinalizado antes. A entrevista pegou todos de surpresa, já que é incomum que o Presidente do BC se manifeste publicamente às vésperas de uma reunião do COPOM.
  • Finalmente, o COPOM reúne-se e opta por não elevar a taxa de juros, numa decisão que coincidentemente agradou a petistas e ao Governo.

Agora, tire suas conclusões. O Mercado acha que viu fantasmas, mas não viu? O Mercado realmente viu fantasmas? Ou os fantasmas são de carne e ossos?

Siga-me!twitter
Facebooktwitterlinkedin<= Gostou? Compartilhe com seus amigos.

3 comentários em “Arrastando correntes na reunião do COPOM

  • 23/01/2016 em 20:13
    Permalink

    Governo desacreditado, de forma irreversível. Enquanto não trocar esse governo corrupto e incompetente, só especuladores atuarão…

    Resposta
  • 24/01/2016 em 16:57
    Permalink

    OLÁ AMIGO. GOSTEI DO SEU BLOG. OBJETIVO , PERSPICAZ E ENXUTO. PARABÉNS!

    Resposta
    • 24/01/2016 em 16:57
      Permalink

      AH, OS FANTASMAS SÃO DE CARNE E OSSO.

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *